“Por mais difícil que a vida possa ser, há sempre algo que  você pode fazer e ter sucesso”. Stephen Hawking

Stephen William Hawking, Doutor em Cosmologia,  físico e pesquisador britânico, nasceu em 8 de janeiro de 1942, exatamente 300 anos após a morte de Galileu, e morreu na mesma data do nascimento de Albert Einstein (14 de março de 1879).

Diagnosticado aos 21 anos (1963), com Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), uma doença degenerativa que destrói neurônios motores.

Stephen Hawking conseguiu sobreviver à doença por décadas, seguindo com sua carreira.

No livro “Uma Breve História do Tempo”, publicado em 1988, disse: “Se encontrarmos uma resposta para isso, será o maior triunfo da razão humana, porque conheceríamos a mente de Deus”.

No livro ”A Natureza do Espaço e do Tempo”, publicado em 1996, encontramos: “Einstein estava errado quando disse que ‘Deus não joga dados’. A existência dos buracos negros sugere não apenas que Deus brinca de dados, mas também nos confunde ao jogá-los onde não podem ser vistos”.

Entrevistado pelo  “The New York Times em dezembro de 2004, disse: “Minhas expectativas se reduziram a zero quando tinha 21 anos. O restante foi um presente.”  

“Eu não tenho nenhuma ideia de qual seja o meu QI. Pessoas que se vangloriam dos seus QI são perdedores”.

O site de notícias People Online, em junho de 2006, ao ser perguntado sobre eutanásia, disse: “A vítima deve ter o direito de acabar com a própria vida, se ela quiser. Mas eu acho que seria um grande erro. Por pior que a vida pareça, sempre existe algo que você possa fazer e ser bem-sucedido. Enquanto há vida, há esperança”.

Em junho de 2010, entrevistado pelo canal americano ABC, disse:  “Há uma diferença fundamental entre a religião, que se baseia na autoridade, e a ciência, que se baseia na observação e na razão. A ciência vencerá, porque funciona”.

Foram muitos anos de resistência e determinação.  Na entrevista ao jornal “The Guardian, em maio de 2011, falou:   “Vivo com a perspectiva de uma morte precoce há 49 anos. Não tenho medo de morrer, mas também não tenho pressa.”

Em 2012, ao completar 70 anos, disse:“Olhe para as estrelas e não para os seus pés”.

Durante a apresentação de “Hawking”, um documentário autobiográfico em 2013, explicou:  “Vivi cinco décadas mais do que os médicos haviam predito. Tentei fazer bom uso do meu tempo, porque todo dia pode ser o último, tenho o desejo de aproveitar ao máximo cada minuto”.

Em 2014, em entrevista à BBC, disse: “Acredito que o desenvolvimento pleno da inteligência artificial poderia significar o fim da raça humana”.

A cadeira de rodas e a crescente dificuldade para se comunicar não o impediram de continuar com suas pesquisas, já que sua capacidade intelectual permaneceu intacta.

Hawking usava um sintetizador eletrônico para falar, sua voz robótica produzida pelo aparelho expressava suas ideias que foi ouvida e respeitada em todo mundo.

Outros pensamentos de Stephen Hawking:

“O maior inimigo do conhecimento não é a ignorância, é a ilusão do conhecimento.”

“Vida seria trágica se não fosse engraçada”.

“Eu  não sou religioso no sentido normal. Eu acredito que o universo é governado pelas leis da ciência. As leis podem ter sido decretadas por Deus, mas Deus não intervém para quebrar as leis”.

“Todo efeito inteligente tem em sua consequência também uma causa inteligente.

“Meu objetivo é simples: É um entendimento completo do universo, por que ele é, como ele é e por que ele existe afinal.”

Fonte: https://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/morre-o-fisico-stephen-hanking.ghtml

http://www.bbc.com/portuguese/geral-43401664

https://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/stephen-hawking-veja-as-frases-mais-famosas-do-fisico.ghtml

https://www.pensador.com/frases_stephen_hawking/

Momento Coaching:

Refletindo sobre a vida de Stephen Hawking, podemos aprender muitas lições de resiliência, determinação, superação.

Que lições você pode tirar e aplicar na sua vida a partir de agora?

Club Mindset do Relacionamento – um espaço para a construção de Mindset, Auto Estima e Relacionamento.

 

 

Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *